quarta-feira, agosto 23, 2006

O rusty

é o nosso cão, o cão de toda a família e em particular do D..
Fomos buscá-lo ao canil, pois como a maioria dos que lá se encontram iria ser abatido.
É um labrador lindo e meigo como todos.
Já passaram 6 anos.
Está velho, pois já não era cachorro, têm um problema numa pata, foi queimado com um ácido pelos antigos donos, já tentámos diversos tratamentos mas sempre sem sucesso, como tal, foi perdendo a mobilidade e as suas unhas têm crescido bastante devido a não andar o suficiente para as manter no ponto.
Num destes fds, estámos em casa quando ouvimos a vizinha da frente estar a fazer muito barulho, mas não dê-mos muita importância, pois é normal, têm um disturbio mental e quando vê alguém conhecido faz uma grande "festa", depois ouvimos um dos nossos nomes, fomos ver o que se passava.
Estavam a colocar o rusty dentro de um jipe par o levarem.
Dissemos que o cão era nosso, mas não nos quiseram ouvir, eram 2 carros, um seguiu com o rusty e o outro preparava-se para arrancar tb.
Eu virei fera, estado adquirido no decurso da obra.
Decoramos a matricula e dissê-mo-la alto, fomos ter com o senhor do carro para lhe dizer que o cão tinha dono que não estava abandonado, apenas velho, mas bem tratado.
Demorámos algum tempo até que ele percebesse que o cão não estava abandonado.
Ligou para as pessoas do outro carro, mas estas não queriam vir devolver o cão.
Ele foi embora, para ir buscar o cão.
Sai passados poucos minutos para ver se os encontrava, não encontrei, quando voltei já tinham voltado com o cão mas este ainda estava dentro do carro.
Expliquei tudo de novo, insistiam que o cão estava abandonado e com fome.
Passei-me, o cão é super bem alimentado, mas come sempre que lhe dão comida.
Chegaram os "donos" do cão, o D. e a J., ainda meios ensonados, em pijama, assim que lhes disseram o que se passava, desceram imediatamente sem se preocuparem como estava (caso raro e nunca visto com a J.).
Quando perceberam o que se passava, passaram-se também e foram buscar o cão ao carro e levaram-no para o jardim.
Foi uma saga.
O D. é asmático, é alérgico aos ácaros, e a médica desaconselha vivamente o contacto com cães, o D. tem 15 anos e retirar-lhe o cão seria retirar-lhe um pedaço, será necessário dizer mais?
Velhice é diferente de maus tratos, será que isso não é visível?
Os rafeiros ninguem os quer, mas como era um lavrador, devem ter pensado que com um banhinho ficava novo.

Ps - vou perder mais uns visitantes ;)

6 comentários:

Zuza disse...

LOL para o PS

E um grande arrepio para tudo o resto.
Parece um filme. E de terror!!!

ana disse...

bolas... se me levassem o cão, eu passava-me!
Tb tenho um labrador e tb come tudo o que lhe dão!!!!! Parece que está sempre com fome...

(gostei muito de te conhecer, és MUITO mais bonita ao vivo do que nas fotos... era isso que queria dizer, quando me engasguei toda com o raio do dente... ai a minha vida, que estas dores não passam... beijocas)

Gi disse...

Obrigada ;)
Mas eu até escolho as fotos em que acho que estou melhor ;)
E hoje não estou nada de especial, no dia à dia não me arranjo muito, falta-me tempo e não dou muita importância (excepto nos dias em que estou mais em baixo, ai já dou importância)
Também te achei mais bonita do que nas fotos, a sério.
As melhoras para os teus dentes e melhores noites tb.
Que as decisões que se adivinham sejam as melhores.
E muito obrigada, está lindo, depois conto-te qual foi a reacção!
beijinhos.

Gi disse...

Obrigada ;)
Mas eu até escolho as fotos em que acho que estou melhor ;)
E hoje não estou nada de especial, no dia à dia não me arranjo muito, falta-me tempo e não dou muita importância (excepto nos dias em que estou mais em baixo, ai já dou importância)
Também te achei mais bonita do que nas fotos, a sério.
As melhoras para os teus dentes e melhores noites tb.
Que as decisões que se adivinham sejam as melhores.
E muito obrigada, está lindo, depois conto-te qual foi a reacção!
beijinhos.

Mamã M. disse...

Tadinho! Deve ter ficado todo baralhado...

Eu tenho um gato que também come tudo ;-D

Eu disse...

eu conheço o rusty e acho que hoje ele é um cão muito feliz!