terça-feira, março 20, 2007

Mais

uma surreal, o pintor dorme a sesta no meio dos nossos caixotes.